eDuardo fRancisco é a mão direita de Suleiman

Os super-heróis criados pelo jordano Suleiman Bakhit, a quem chamaram “Walt Disney árabe”,  devem muito à arte final de um brasileiro. (Ler mais | Read more…)

Edi - Photo 2

© eDufRancisco

Não foram as raparigas nuas, de corpos tatuados, seios proeminentes, cabelos cor de carvão e de fogo desenhadas pelo brasileiro Eduardo Francisco que seduziram o jordano Suleiman Bakhit. “Gostei da sua flexibilidade, da sua atitude, do seu espírito de equipa”, disse-nos o fundador de Aranim, explicando por que contratou o artista de São Paulo para o seu projecto. “Ambos partilhamos uma visão”.

Edu, como Suleiman carinhosamente trata o amigo que só conhece pela Internet, explica-se por e-mail: “Algumas destas pinups que eu desenho são criações para a minha galeria e outros pedidos de clientes ocidentais, que demandam estas características para as heroínas (não só nas histórias de quadrinhos, mas cinema, TV, etc). Não tem relação nenhuma com o que faço para o público do Oriente Médio, na Aranim.”

Victory, por exemplo, é uma sensualíssima guerreira, personagem central do que eDufRancisco (é assim que ele assina o seu trabalho) descreve como “a primeira HQ [história de quadradinhos] brasileira totalmente produzida no Brasil” e publicada numa míni-série em quatro partes pela Image Comics, a terceira maior editora do género nos Estados Unidos.

Aqui, Edu é também produz com o escritor norte-americano David Wohl um novo projecto chamado Executive Assistant: Iris [que a editora Aspen Comics [planeara publicar no início de 2009]. No Brasil mantém a sua “parceria de sucesso” com o argumentista Marcelo Cassaro, que participa igualmente em Aranim (juntamente com outra brasileira, a designer Gislene Matsui).

Foi há quase dois anos que eDufRancisco, 27 anos de idade e a desenhar desde os 17, recebeu um e-mail de Bakhit com uma proposta de trabalho. Hoje, desenha a maioria dos álbuns, posters e capas de estúdio, além de rever os trabalhos dos colaboradores.

Todas as obras começam no gabinete de Suleiman em Amã. O fundador da Aranim “ escolhe ou cria um conceito baseado nas histórias épicas ou contos da mitologia árabe”, explica eDufRancisco. “A seguir, ele entra em contacto com Marcelo Cassaro, que desenvolve o conceito em forma de história de quadrinhos. Quando o processo das letras está devidamente revisto e, em comum acordo, chega a minha etapa de trabalho: com o roteiro [argumento] em mãos, geralmente planejo a página num esboço de tamanho bem pequeno (thumbnails).”

“Eu gosto de fazer assim porque este tamanho permite visualizar todo o layout numa batida de olhos e poupa-me tempo nas correcções. Depois, eu os escaneio [digitalizo], envio para o editor e, logo que aprovado, faço o lápis e a arte final de cada página”.

A última fase é “hospedar o arquivo em alta resolução (para impressão) no folder da empresa, onde é armazenado todo o arquivo”.

Edu - Photo 3

© eDufRancisco

Edu reconhece que o seu conhecimento do mundo árabe se resumia ao que via nos “noticiários sensacionalistas”. Com Suleiman, passou a identificar-se “com o conceito de super-herói do Oriente (místico e mitológico) mais do que com os heróis ocidentais”. Porque, “no Oriente, as personagens dos contos são, na grande maioria, pessoas comuns que apresentam fraquezas humanas e que no dia-a-dia as tentam superar, alcançando grandes feitos.”

“Eu gosto de quase todos os estilos de desenhos e não me comprometo apenas com um”, salienta eDufRancisco, admitindo que o seu trabalho, também admirado no Japão e na Europa, se foi desenvolvendo sob a influência do Mangá e do Comics americano. “Acho divertido experimentar o que cada um tem de melhor e tentar mesclar isso no papel. Alguns chamam este estilo de ‘híbrido’, derivado de vários, o mais popular do mercado”.

[Em 2013, Eduardo Francisco continua a comunicar com Suleiman por Internet. Ainda não visitou a Jordânia. “Não sou muito adepto a viagens longas”, diz o brasileiro que vive em São Paulo.  Desde que deixou a Aranim, trabalha em Concept Art para a indústria de ‘videogames’ nos Estados Unidos, na DC Comics (“acabei de entregar uma ‘one-shot’ de ‘Adventures of Superman’) e Dark Horse Comics (“onde fiz ‘Turok: Son of Storm’, ‘Mass Effect’, ‘Two Minutes to Midnight’ e ‘Captain Midnight’”).

No seu país-natal, acabou de ilustrar com um amigo um ‘encarte’ de um álbum de “uma banda brasileira famosa (ainda é segredo)”, para a Warner Music BR. Produz ainda diversas ilustrações para outras editoras (livros juvenis) e estúdios.]

@eDufRancisco

@eDufRancisco

Este artigo, agora revisto e actualizado, foi publicado originalmente no diário PÚBLICO em 29 de Maio de 2008| This article, now revised and updated, was originally published in the Portuguese newspaper PÚBLICO, on May 29, 2008

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s